Ter um blog está definitivamente na moda, nem que seja para escrevermos daquelas coisas que ninguém quer ouvir...bem!!... como eu não ligo muito a essas coisices de moda, devo estar mesmo com necessidade de dizer coisas parvas e que não interessam nem ao menino Jesus :D Vamos lá ver o que sai daqui.

terça-feira, 24 de março de 2009

Eu ando pelo mundo…

 E presto atenção …

Avisto continentes roubados por um bando de engravatados

Sapateiros de elite de pés descalços pelo chão

E a saúde e a educação, vejo pouco, muito pouco

E aqueles que desviam o dinheiro do meu povo, os ladrões digo eu…
…Mas já nem o dicionário está do meu lado

Enésimos desempregados recém licenciados

Religiões vividas ao extremo por um monte de atrofiados

Ecologistas doentes, a morrer anémicos para preservar as
espécies

Um bando de dementes que só porque falam Inglês acham que podem controlar o mundo…e eu…

…Eu ando pelo mundo…
.
Pandora 2009

4 comentários:

Melga disse...

Andamos!
Com andar diferente mas andamos, o pior é que na maior parte das vezes, uns atrás dos outros, copiando mal e seguindo tristes exemplos...mas se queremos sobreviver temos que andar mesmo que sem rumo, o que acontece neste momento e é tão feio ouvi-los dizer nos noticiários que os números do nosso desemprego devem-se á conjuntura internacional...
porque será que dizem sempre que a culpe é dos outros... e nunca é deles?
Jinhos***

Enfermeiro disse...

Não podia concordar mais contigo...

O nosso papel..é mudar ou tentar mudar nem que seja a coisa mais insignificante..porque se conseguirmos já fizemos alguma coisa..sozinhos não fazemos nada..mas se cada um fizer a sua parte.......

beijinho

Gravepisser disse...

És uma sonhadora... Sorrio sempre que encontro alguém que ainda consegue fazê-lo, especialmente no que toca a estas questões...

Eu, há muito que perdi, essa capacidade fantástica de continuar a acreditar em impossíveis, mesmo quando as evidências são por demais óbvias. ;)

Dizem que está nas nossas mãos mudar o mundo... Mas é a mentira mais estapafúrdia que algum dia inventaram. Enquanto existirem os tais bandos de dementes que falam inglês e controlam o mundo, nada podemos fazer para detê-los, a não ser esperar, esperar que acordem do pesadelo das suas ganâncias, e sonhar... Sonhar com um futuro melhor, senão para nós, pelo menos para os nossos descendentes... E essa é a única "boa acção sentimental" que podemos fazer, na realidade. ;)

Beijo

Fábio Silva disse...

Ok, gosto mesmo do teu blog.
(desculpa estar a repetir-me.)